Smart Supply Chain: novas tendências e oportunidades em 2024

Em uma era de disrupção constante e rápida digitalização o avanço da tecnologia modifica radicalmente a forma como as cadeias de suprimentos operam. Com o objetivo de aprimorar eficiência e agilidade, grandes empresas adotam soluções inovadoras baseadas em dados e automação, impulsionando a evolução das Smart Supply Chains (Cadeias de Suprimentos Inteligentes).

Neste artigo, exploraremos as principais tendências e oportunidades que moldam a atuação da Belge em serviços de Smart Supply Chain. Desde a inteligência para excelência operacional, ao planejamento e a gestão de Value Chain, este texto oferece uma visão abrangente sobre como as empresas podem manter a competitividade em um cenário de constante evolução.

Smart Supply Chain: conexão e inteligência

Uma Smart Supply Chain é baseada na aplicação de tecnologias avançadas e análise de dados para melhorar a visibilidade, eficiência e tomada de decisões em toda a cadeia de suprimentos. Ela utiliza dispositivos de automação, análise de dados (em tempo real) e outras soluções digitais para conectar todos os pontos da cadeia de suprimentos, desde a produção até a entrega final.

Digitalização da Cadeia – Sistemas Integrados

A conversão de dados, de um formato físico para digital, permite soluções baseadas em automação inteligente e sistemas integrados, capazes de gerar insumos digitais da mais alta qualidade. Essas soluções permitem que sensores e dispositivos – conectados em equipamento, veículos, armazéns e produtos – coletem dados em tempo real, capazes de fornecer visibilidade total da cadeia.

Dessa forma, empresas tendem a transformar suas redes em ecossistemas digitais conectados, inteligentes, escaláveis, ágeis e inteligentes. Possivelmente o recurso mais poderoso neste sentido seria a implementação de uma torre de controle inteligente, capaz de utilizar todos estes dados para monitoramento e ir além, fornecendo análises prescritivas em tempo real para tomadas de decisões no dia-a-dia.

Visibilidade, rastreabilidade e inteligência de localização

A visibilidade e a rastreabilidade permitem que as organizações rastreiem o movimento de mercadorias e materiais em todos os níveis da cadeia de suprimentos — desde a origem do produto, passando por seus vários estágios até o destino final. Como resultado, as partes interessadas terão em mãos o acesso a dados em tempo real, relacionados a pedidos, estoque, entrega e possíveis interrupções.

Ao mesmo tempo, a inteligência de localização ajudará a fornecer um contexto essencial sobre o estado atual de suas redes. Essa realidade tem o potencial de melhorar significativamente a previsão de condições futuras, com base em atrasos passados, padrões de tráfego e clima, gargalos portuários e rodoviários e assim por diante.

Gestão de interrupção e riscos

A interrupção da cadeia de suprimentos tornou-se uma preocupação frequente para grandes empresas. Contratempos com congestionamento da infraestrutura de transporte e logística, mudanças geopolíticas, desastres naturais, clima extremo ou a escassez de determinadas matéria-prima são alguns fatores de destaque.

Ao invés de abordar os problemas à medida que eles surgem, as grandes organizações aprenderam a se preparar constantemente para a interrupção por meio de um gerenciamento

de risco eficaz. A análise de dados em tempo real permite que as empresas se adaptem rapidamente a algumas dessas mudanças.

Cadeias de suprimentos verdes e circulares

Uma tendência importante, para a atuação das Smart Supply Chain, está no desenvolvimento de cadeias verdes e circulares. Em diferentes partes do mundo, grandes empresas estabeleceram metas ambiciosas para alcançar a neutralidade de carbono em um futuro próximo. Dessa forma, as organizações devem garantir que as mudanças possam criar raízes em toda a cadeia de valor, de ponta a ponta. Isso envolve a identificação de áreas de melhoria para reduzir o desperdício e o consumo de recursos.

Agilidade e resiliência

O mundo centrado no consumidor requer um tipo diferente de cadeia de suprimentos – uma que seja capaz de prever, preparar e responder à rápida evolução da demanda e do mix de produtos e canais. A agilidade exigirá novos recursos e ferramentas, incluindo máquinas capazes de operar trocas mais rápidas, com uma ampla gama de produtos e tipos de remessa, robôs colaborativos e embalagens inteligentes. Forças de trabalho qualificadas e flexíveis serão essenciais, à medida que mais humanos programam e trabalham ao lado de tecnologias avançadas.

Um olhar para o futuro!

Em suma, as inovações em Smart Supply Chain estão revolucionando a forma como as grandes empresas operam suas cadeias de suprimentos. A digitalização, automação e análise de dados estão possibilitando uma visibilidade sem precedentes, eficiência operacional e capacidade de resposta às mudanças do mercado. É essencial estar atualizado sobre essas tendências e oportunidades, com o propósito de garantir a competitividade e o sucesso no mercado em constante evolução.

Se você deseja saber mais sobre como implementar estratégias de Smart Supply Chain em sua empresa, ou como aproveitar ao máximo as tecnologias disponíveis, entre em contato com a Belge hoje mesmo. Nossos especialistas estão prontos para ajudá-lo a impulsionar sua cadeia de suprimentos para o futuro. Juntos, podemos transformar desafios em oportunidades e alcançar novos patamares de excelência operacional.



Deixe um comentário