Modelagem e Simulação da Operação de Milk-Run - Danone Lácteos

Cliente: A Danone é uma empresa presente em mais de 70 países e conta com mais de 100 mil colaboradores espalhados ao redor do mundo. É líder em produtos lácteos frescos e ainda ocupa posições de destaque nos setores de água mineral engarrafada, alimentação infantil e nutrição hospitalar.

Objetivos: Em sua fábrica localizada na cidade de Poços de Caldas (MG) a Danone detectou a subutilização dos veículos responsáveis pela coleta do leite utilizand o na fábrica. Essa subutilização acabava por causar a necessidade da contratação de veículos adicionais, capazes atender à demanda pela coleta de leite, e consequentemente impactava de maneira direta os custos da operação.

Uma parceria entre a Danone, a Belge e a GSS foi firmada para solucionar o problema em questão. Para isso, foram traçados os seguintes objetivos:

  • Proposição de soluções e ações para minimização das restrições e redução dos custos logísticos;
  • Determinação de adequações e investimentos necessários para o aumento da capacidade na operação de recepção do leite;
  • Identificação de restrições na operação;

Modelo de Simulação: O modelo de simulação construído pela equipe Belge abordava todos os aspectos da operação de recepção do leite na fábrica de Poços de Caldas.

Os processos de portaria, check in de entrada, pesagem dos veículos, pátio de estacionamento, linha s de descarga, cipagem dos veículos, coleta e testes de qualidade foram considerados no modelo.
Além disso, foram levados em conta diversos detalhes importantes para a construção de um modelo que representasse de maneira realista a operação da Danone, como as rotas dos caminhões, tipos de veículos, operação de lavagem, entre outros.

Resultados: Entre os principais resultados encontrados ao se analisar os resultados da simulação, pode-se destacar:

  • Foi possível identificar que a operação de lavagem dos caminhões não consistia em um gargalo, como se pensava antes da modelagem utilizando o ProModel;
  • Da mesma forma, foi possível concluir que o Laboratório de Análises também não era um gargalo;
  • Foi possível perceber que a maneira de operação dos silos de desnate impactava fortemente os tempos de espera e permanência dos caminhões;
  • A equipe Belge propôs uma nova sistemática para a operação dos silos de desnate;
  • Essa nova forma de operar os silos gerou resultados importantes, como a redução do tempo de espera dos caminhões em mais de 50%. Como consequência, a fila de caminhões esperando para efetuar o descarregamento também foi reduzida drasticamente;

Conclusões: Através desse projeto a Danone obteve ganhos significativos em sua operação, reduzindo custos com a contração de caminhões spot. Além disso, a simulação de cenários futuros permitiu a identificação de gargalos e a correta utilização de CAPEX.

+55 11 5561-5353 | info@belge.com.br