Palestras(*)

Serão 4 salas de palestras em paralelo nas quais serão abordados temas que irão inserir você no que há de mais inovador e efetivo em tecnologias avançadas de planejamento. As palestras e cases serão ministrados por profissionais diferenciados: especialistas de conceituadas empresas nacionais, professores das principais universidades do país e representantes internacionais de empresas de tecnologia.


The Simulator's DNA

Palestrante: Rob Bateman

Resumo: In an increasingly global economy, most businesses and even governments are recognizing their need to compete more effectively through innovation. Companies need to find new ways to solve customers’ problems and governments are looking for ways to provide better services so they can attract the investment that will create new and better paying jobs. Recent research by experts on innovative thinking shows that there are specific personal behaviors and habits that can be developed to stimulate creativity. Simulation experts already possess important technical skills which support innovation, but we can each learn new habits to enhance our own ability to look at problems in new ways.

OM Partner’s integrated approach to supply chain planning.

Palestrante: Jan Geuens

Simulação dos pátios de madeira no Paraná: obtendo o melhor Modelo Logístico e o menor custo operacional.

Palestrantes: Hugo Fernandes e Ricardo Rosa

Hugo Fernandes
Formação: Engenharia Civil
Especialização: Em logística pela USP e Unicamp e em Projetos pela Federal do Ceará
Cargo: Gerente Corporativo de Logística
Principais Áreas de Atuação: Logística Florestal, Inbound, Outbound e Frota Própria
Tempo na Empresa: 1,5 anos

Ricardo Rosa
Formação: Engenharia Industrial Madeireira Especialização: Gestão de Pessoas e Gestão de Empresas
Cargo: Coordenador de Desenvolvimento Florestal
Principais Áreas de Atuação: Logística, Colheita, Silvicultura e Biomassa
Tempo na Empresa: 4,5 anos

Otimização da Malha Mogística: um Estudo de Caso aplicado ao Segmento de Bebidas

Palestrantes: Rodolfo Ribas e Sandro Rodrigo Soares

Usando o ForecastPro na Petrobras

Palestrante: Celso Araujo

Resumo: Em um  cenário de demanda crescente por sistemas de apoio à decisão, ocasionado por um mercado cada vez mais competitivo, técnicas analíticas envolvendo estatística, mineração de dados, simulação e otimização podem ser de grande utilidade para responder questões de planejamento. Na Petrobras, o setor de Soluções de Pesquisa Operacional, ligado à gerência executiva de Tecnologia da Informação e Comunicações, lida especificamente com aplicações de apoio à decisão. Em particular, no que diz repeito à criação de modelos estatísticos de previsão, o Forecast Pro tem sido utilizado com bastante  sucesso pelo setor mencionado, sendo empregado, em conjunto com outras ferramentas, em atividades que vão desde projetos convencionais de modelagem até o desenvolvimento de recursos humanos.

Celso Araujo
Bacharel em Matemática pela UNICAMP, trabalha há 5 anos no setor de Soluções de Pesquisa Operacional da Petrobras. Tem experiência no desenvolvimento de modelos de simulação para refinarias e terminais marítimos, com foco em tancagem e movimentação de petróleo e derivados, e em trabalhos na área de estatística - previsão e mineração de dados - para a área de Exploração e Produção da Petrobras.

Utilização de Simulação para Análise de Layout, Processos e Dimensionamento de Recursos em Diferentes Unidades.

Palestrante: Luiz Fernando Carrara

Resumo: Dois projetos, um para unidade de Recife e outro para unidade de Maua, em Recife devido ao crescimento do proprio Nordeste detectou a necessidade de mudanças fisicas e de processos no armazem de produtos acabados para suportar a demanda, seguindo a metodologia Lean para analise e sugestões, chegamos a 4 cenários onde através das simulações desses cenários podemos decidir qual melhor atenderia todas a necessidades, exceto a questão financeira que não consideramos no Promodel.

Em Maua, o processo de transferência de produtos acabados entre fábrica e armazem é feito por empilhadeiras que transitam sobre piso danificado (topografia acidentada), além de ter mais empilhadeiras da fábrica para retirar os paletes da linha de envase e empilhar. Foi considerado algumas soluçoes para automatização desse processo. Devido ao alto custo da automaçao, consideramos outras alternativas onde realizamos simulações dessas alternativas, incluindo mudanças no processo, corrigindo o piso danificado e tendoc omo meta um fluxo mais continuo (Lean).

Luiz Fernando Carrara
Atuando como Consultor de Logistica na Akzonobel a 3 anos, desenvolvendo projetos logisticos para nossos distribuidores e tambem projetos internos nas unidades do grupo. Experiencia de oito anos como consultor de sistemas ERP Totvs (Datasul) atendendo Manufatura e Logistica.

Modelagem e simulação de recursos logísticos apoiando o Supply Chain .

Palestrante: Tiago Ramos Louzada - Consultor Especialista da Belge Consultoria

Tiago Ramos Louzada
Graduado em Engenharia de Produção pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC-RIO e MBA em Gestão Empresarial pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Possui experiência na área de Planejamento Logístico, controle e desenvolvimento de KPIs e estudo de viabilidade de projetos industriais. Atualmente, desenvolve Projetos de consultoria da Belge Consultoria.

O estado da arte sobre previsões de series temporais.

Palestrante: Prof. Dr. Reinaldo Castro Souza

Prof. Dr. Reinaldo Castro Souza
Engenheiro elétrico, formado pela UFJF em 1971, mestre em Engenharia de Sistemas pela PUC-Rio em 1974, PhD em Estatistica (Séries Temporais, Modelos de Previsão e Estatística Bayesiana) pela Warwick University, Coventry, UK em 1978 e Pós-Doutor em Econometria pela London School of Economics, Londres, UK em 1986. É Professor Titular do Dept de Engenharia Elétrica da PUC-Rio , membro do corpo diretor do IEPUC (Instituto de Energia da PUC-Rio), Professor Colaborador do programa de mestrado em Metrologia, Qualidade e Inovação da PUC-Rio e Professor do Curso de Especialização em Métodos Estatísticos Computacionais do Dept de Estatística da UFJF, desde a sua criação. Sua área de atuação é em desenvolvimento de modelos estatísticos clássicos e/ou bayesianos para a previsão de séries temporais, análise de risco e tomada de decisão sob incerteza. Tem também participação ativa em consultorias e projetos de P&D para o setor elétrico e energético, tendo tido como clientes as empresas: Nielsen Serviços de Marketing, Rede Globo de Televisão, Cia Cervejaria Brahma, Estaleiro Mauá, Gessy Lever, Editora Globo, Oi/Telemar, DECA/SP, Petrobrás, Eletrobrás, entre outras. Ocupa atualmente o cargo de vice-presidente de Tecnologia da Informação do Clube de Regatas do Flamengo.

Portos: Simulação, Algoritmos Genéticos e Aprendizado Participativo.

Palestrante: Anibal Tavares de Azevedo

Resumo: Neste trabalho é apresentada uma nova forma de resolução do problema de carregamento de contêineres 3D em terminais portuários (PCCTP 3D) para múltiplos cenários que consiste em determinar como carregar e descarregamento um conjunto de contêineres de um navio porta-contêiner (containership), respeitando restrições operacionais relacionadas aos contêineres e à estrutura do navio e visando a minimização do número de movimentos e da distância em relação entre o centro de massa e o centro de gravidade. É proposto um sistema de aprendizado participativo que emprega uma nova representação das soluções, representação por regras, combinado com um algoritmo genético para resolver o PCCTP 3D para múltiplos cenários. A metodologia proposta é aplicada com sucesso em um problema cuja representação binária de uma solução demanda 405.450.000 variáveis.

Anibal Tavares de Azevedo
Tem experiência na área produção de programas e modelos matemáticos para Engenharia de Produção e Planejamento e Programação da Operação do Sistema Elétrico com ênfase em Programação Linear, Não-Linear, Mista e Dinâmica, atuando principalmente nos seguintes aplicações: sistemas de potência, alocação de células a centrais telefônicas, carregamento e descarregamento de contêineres 2D e 3D em navios.

Melhoria de Qualidade via simulador ProModel para o correto dimencionamento de recursos nas atividades.

Palestrantes: Igor Matzembacher Stocker, Marcel Nascimento e Dario Fugita

Resumo: A ID Logistics, como operador logístico a Planta de Poços da Danone, analisou se o problema de não conformidades das câmaras de resfriamento da Danone estava ocorrendo por falta de capacidade das câmaras ou por falta de recursos disponíveis no processo. Para tanto utilizou o software ProModel para a simulação do processos. Como resultado da simulação foi possível perceber as restrições do sistema, obtendo melhorias do nível de serviços e redução das perdas de qualidade.

Igor Stocker
Gerente de Projetos, Pesquisa & Desenvolvimento

Engenheiro de Produção Mecânico pela Faculdade de Engenharia Industrial (FEI) e Pós Graduado pela Fundação Getulio Vargas em MBA – Logística Empresarial, atua há 14 anos de experiência em Logística, atualmente é o Gerente Geral de R&D na ID Logistics do Brasil. Ampla vivencia em desenvolvimento de projetos de novos negócios, melhoria de processo, implantações e desenvolvimento de alavancas de redução de custos em cadeias de suprimentos, em diversos segmentos realizados na América do Sul, América Central e Europa.

Marcel Nascimento
Engenheiro de Projetos, Pesquisa & Desenvolvimento

Engenheiro de Produção pela Faculdade de Engenharia Industrial (FEI), atua há 5 anos em Logística. Atualmente é o engenheiro de projetos de R&D na ID Logistics do Brasil. Experiência em desenvolvimento de projetos de simulação voltados a redução de filas de veículos no CD e projeto Milk Run Honda. Experiência em desenvolvimento de projetos de novos negócios, melhoria de processos e desenvolvimento de alavancas de redução de custos em cadeias de suprimentos.

Dario Fugita
Engenheiro de Projetos, Pesquisa & Desenvolvimento

Engenheiro Naval pela Escola Politécnica da USP, atua há 8 anos em Logística. Atualmente é engenheiro de projetos de R&D na ID Logistics do Brasil. Experiência em desenvolvimento de projetos em software de simulação sempre voltados para a redução de gargalos operacionais e melhorias de processos em CDs. Também atua em desenvolvimento de projetos de novos negócios, melhoria de processos e desenvolvimento de alavancas de redução de custos em cadeias de suprimentos.

Redução de custos e aumento da lucratividade com a tecnologia de Supply Chain Design.

Palestrante: Marcelo Koiti Fugihara - Diretor Técnico da Belge Consultoria

Marcelo Koiti Fugihara
Engenheiro de Produção pela UFSCAR, MBA em Logística e Supply Chain Management pela FGV, Green Belt 6 Sigma pelo INDG - Instituto de Desenvolvimento Gerencial, 15 anos de experiência nas áreas de engenharia industrial, estatística, logística e projetos de simulação. Diretor técnico e consultor especialista da Belge Consultoria, coordenando diversos projetos de simulação e otimização de Supply Chain em grandes empresas como VALE, Gerdau, Unilever, Coca-Cola, Votorantim, ArcelorMittal, Cummins, Braskem, etc.

Programa de Investimentos em Logística Portuária & apoio da simulação dinâmica via PortoSim

Palestrante: Michel de Norman et d´Audenhove - Sócio gestor da filial Belge no Rio de Janeiro

Resumo: Com as novas medidas anunciadas pelo Governo Federal para incentivar a modernização da infraestrutura e da gestão portuária, a expansão dos investimentos privados no setor, a redução de custos e o aumento da eficiência portuária, muitos portos brasileiros irão realizar expansões e novos empreendimentos portuários deverão surgir nos próximos quatro anos. O total de investimentos é da ordem de R$ 54 bilhões. Com a ajuda de ferramentas adequadas na tomada de decisões, a avaliação do retorno desses investimentos pode ser obtida em pouco tempo.

Michel de Norman et d´Audenhove
Engenheiro Naval pela Escola Politécnica da USP (1979) com mestrado em Engenharia de Transportes na COPPE/UFRJ (2013), 34 anos de experiência nas áreas de Engenharia e Sistemas, larga experiência no desenvolvimento de projetos de logística, especialmente em portos e CDs, e de simulação e otimização nas áreas de logística, serviços e manufatura. Coordenou importantes projetos junto a Petrobras, Vale, Gerdau, ArcelorMittal, CSN, Shell, Ipiranga, BR Distribuidora, Repsol, Libra, MultiRio, Braskem, Bayer, BBraun, entre outros.

Análise dos Recursos Projetados para o Novo Centro de Distribuição da STIHL

Palestrante: Tobias Junge Baum

Resumo: A STIHL, empresa na qual o trabalho foi desenvolvido, optou por consolidar dois armazéns separados em um novo centro de distribuição. Durante sua construção, surgiu a preocupação de que os recursos externos ao prédio, como estacionamento, portarias e equipamentos, ficariam sobrecarregados com a demanda gerada pelo novo sistema logístico. Assim, foi construída, no ProModel, uma simulação dos processos que estarão operando no CD após a conclusão da obra. O modelo confirmou que os equipamentos projetados serão capazes de suportar a demanda prevista e identificou possíveis restrições, caso o volume de produtos e materiais aumente em 10%.

- Aumento de produtividade de linha de fabricação de válvulas de motores através de otimização do trabalho padrão.

Palestrante: Fernando Santos e Marcos Martins

Excelência no S&OP através do Forecasting

Palestrante: Tiago Pellegrini Travassos Vieira - Consultor Especialista da Belge Consultoria

Tiago Pellegrini Travassos Vieira
Graduado em Engenharia de Produção pela Escola Politécnica da USP (2011). Sua experiência profissional abrange as áreas de simulação de processos em manufatura e logística , previsão de demanda e supply chain design. Atua na Belge Consultoria há mais de 3 anos, realizando projetos de consultoria em empresas de grande porte, como Vale, Gerdau, Colgate, Intercement, Klabin e Coca-Cola. Também ministra cursos em suas áreas de experiência, visitando empresas em todo o território nacional.

Gestão de Processos de Forma Integrada e Colobarativa através do Assembly Planner / Proplanner

Palestrante: Bernard Patrick M. Dias Laporte - Coordenador de Projetos da Belge Consultoria

Bernard Patrick M. Dias Laporte
Formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. Possui experiência em indústria automotiva atuando com Lean Manufacturing, 6 Sigma (Green Belt - SQA) e escritório PMO. Atualmente atua com projetos de simulação e teve participação em diversos projetos como Santher, Cimentos Itambé, Gerdau, Danone e Cummins.

- Planejamento Logístico da Expansão do CD.

Palestrantes: Juliano Sonza

Dimensionamento de tancagem de querosene de aviação no terminal de Guarulhos.

Palestrantes: Rafael Florencio e Raphael Ambrico

Resumo: A motivação do presente trabalho foi a necessidade da adequação da infraestrutura logística de um terminal de movimentação de derivados para atender a demanda futura do mercado. A movimentação de derivados de petróleo nos terminais é uma operação complexa devido à variabilidade nos volumes de entrada e saída, sazonalidade da demanda, indisponibilidade de oleodutos e tanques (causada por paradas para manutenções e compartilhamento de recursos por diferentes produtos). Além disso, há uma sequência de atividades que deve ser realizada para que o produto esteja disponível para entrega às distribuidoras: recebimento, repouso e certificação.

Dentre as decisões que devem ser tomadas, o dimensionamento de capacidade de tanques e oleodutos é um problema adequado para ser tratado através de simulação, pois a construção de novos empreendimentos envolve altos custos e grandes prazos de execução.

O modelo computacional foi construído no ProModel e, através de experimentos realizados, foi possível identificar as causas de improdutividades da infraestrutura existente e oportunidades para aumento do nível de serviço, sem considerar grandes investimentos em infraestrutura.

Raphael Ambrico Fagundes
Engenheiro de Produção formado pela Universidade Federal de São Carlos. Trabalhou durante dois anos como consultor na Belge Consultoria, desenvolvendo projetos de simulação e otimização para grandes empresas, como Vale, Coca-Cola e Suzano; além de atuar em atividades de treinamento e suporte técnico do ProModel. Há um ano trabalha na Petrobras, onde atua na área de gestão de informação logística do abastecimento, acompanhando projetos de otimização, simulação e sistemas de apoio ao planejamento e à operação logística.

Rafael Florêncio da Silva Costa
Engenheiro de Produção e Mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Itajubá. Trabalha na área de planejamento logístico da Petrobras com o desenvolvimento de soluções logísticas e análise de viabilidade econômica.

Implementação da metodologia S&OP como ferramenta de integração e otimização do Supply Chain no segmento de bebidas.

Palestrantes: Hugo Leonardo Miranda Balbino

CD SIM: planejando e otimizando CDs.

Modelagem e simulação de sistemas de britagem para otimização e dimensionamento de buffers.

Palestrante: Ivan Pena

OMP+: some examples of integrated planning: S&OP/Forecasting and Master Planning/Finite Scheduling

Palestrante: Jan Geuens

(*) – sujeito a alterações